Tudo o que você precisa saber sobre o Ethereum

Tudo o que você precisa saber sobre o Ethereum

Segunda criptomoeda com maior valor de mercado tem atraído cada vez mais curiosos. Veja algumas características e como investir

08-10-2018
Laura Espada
No mundo das criptomoedas, muito se ouve falar sobre o bitcoin. Mas, você sabia que atualmente existem cerca de 2.000 versões de criptomoedas no mundo? Em segundo lugar na lista de valor de mercado da CoinMarketCap, está o ether. Junto com sua blockchain, o Ethereum, a criptomoeda tem ganhado cada vez mais popularidade.
A criação do Ethereum teve início em 2013, quando Vitalik Buterin publicou um artigo sobre o que mais para frente seria a base para o desenvolvimento da rede. Um ano depois, por meio de um financiamento coletivo, o programador russo alcançou uma considerável quantia, que em 2015 possibilitaria o primeiro bloco de dados da blockchain da rede Ethereum.
Mais do que uma criptomoeda, o Ethereum é uma plataforma de código aberto para a criação de aplicações descentralizadas (dapps) e de verificação de transações. Assim, esses processos não precisam de intermediários. Essas aplicações criadas utilizam a blockchain ethereum, que é o local no qual elas podem funcionar.
Afinal, o que é Ether?
Ether é a criptomoeda das operações da rede Ethereum. Seu valor é determinado a partir da oferta e demanda e o ether é minerado, assim como o bitcoin. Atualmente, são mais de 100 milhões em circulação.
Bitcoin x Ethereum
O Ethereum é a primeira aplicação universal com base nos princípios do bitcoin. Ambos funcionam com base na blockchain. Porém, enquanto o bitcoin foi criado como uma moeda digital com o intuito de substituir o dinheiro fiduciário em compras e vendas, a plataforma Ethereum busca facilitar a criação de contratos e aplicações por meio de sua criptomoeda, o ether.
Ao contrário do bitcoin, o ether não tem limitação para sua expansão em números de criptomoedas. Algumas diferenças também existem em relação ao tempo que leva cada transação. Enquanto no bitcoin, a transação pode durar 10 minutos, a do Ethereum pode durar em torno de 20 segundos.
O Ethereum tem registrado uma grande valorização em um curto espaço de tempo. Já o bitcoin teve uma variação mais modesta em sua cotação.
Como investir?
Para comprar, vender ou armazenar o ether, o primeiro passo é criar sua carteira eletrônica que, assim como no caso dos bitcoins, possui um par de chaves criptográficas únicas. Por meio de uma delas, você pode receber ether de terceiros. Já a chave privada, só você tem acesso e isso permite que você transfira ether a outras pessoas.
Após ter sua carteira, o ideal é buscar pelas exchanges. Em algumas delas, é possível comprar direto a criptomoeda (ETH). Em outras, é preciso comprar em bitcoins (BTC) e fazer a troca. O que você acharia de poder realizar transações de Ethereum na plataforma da NegocieCoins? Por enquanto, ainda não é possível esse tipo de negociação. Mas quem sabe em um futuro próximo, não é?!